Cenas bíblicas do antigo e novo testamento

metodologia e o processo de restauração das pinturas murais da capela-mor da Matriz de São Domingos de Araxá, MG

  • Alexandre Mascarenhas
  • Ivani Ramos
Palavras-chave: Pinturas murais, Cenas bíblicas, Iconografia, Conservação e Restauro

Resumo

Minas Gerais se destacou no campo das artes e da arquitetura por sua produção escultórica e arquitetônica do período colonial com ênfase no barroco e rococó dos séculos XVIII e XIX. No entanto, a partir do século XX surge um grande número de edificações de caráter religioso e civil inspiradas no neoclássico e no ecletismo. Assim observa-se um rico repertório de ornatos em relevo (stucco), de ladrilhos hidráulicos e pinturas murais executadas na técnica à seco nos ambientes internos destes edifícios com o objetivo de apresentar aos fiéis cenas bíblicas do Antigo e do Novo Testamento. Para este artigo, apresentamos a metodologia e o processo de conservação e restauro das pinturas parietais de duas cenas bíblicas que representam a Santa Ceia do Novo testamento e a de Melchisedech, do Livro do Gênesis, do Antigo Testamento; localizadas na capela-mor da matriz de São Domingos, em Araxá. Minas Gerais.

Biografia do Autor

Alexandre Mascarenhas

Doutor / Arquiteto e Conservador, IFMG – OP, Ouro Preto, Brasil

Ivani Ramos

Tecnóloga em Conservação e Restauro, Restauradora de bens móveis e integrados

Publicado
2015-01-01
Edição
Seção
APRESENTAÇÃO DE PÔSTERES