A imagem de São Bento pertencente ao acervo sacro do Museu Municipal Parque da Baronesa, Pelotas, RS

  • Andréa Lacerda Bachettini
  • Annelise Costa Montone
  • Daniele Baltz da Fonseca
  • Fabiane Rodrigues de Moraes
  • Keli Cristina Scolari
Palavras-chave: Arte sacra, São Bento, Fernando Caldas, Museu Municipal Parque da Baronesa (RS)

Resumo

O presente trabalho apresenta o estudo da imagem de São Bento pertencente ao acervo sacro do Museu Municipal Parque da Baronesa, localizado na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul. A imagem pertencia à Capela de Santa Luzia do antigo Parque Pelotense, localizado no bairro Fragata na mesma cidade. O parque, também conhecido como Parque Souza Soares, era de propriedade de José Álvares Souza Soares, o Visconde de Souza Soares. O local não existe mais, a Capela de Santa Luzia foi demolida e parte de seu acervo foi doada pelos descendentes da família Souza Soares à Prefeitura Municipal de Pelotas, passando a fazer parte do acervo sacro do Museu da Baronesa, no ano de 1980.

Biografia do Autor

Andréa Lacerda Bachettini

Doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel, Mestre em História pela PUCRS,

Especialista em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis pelo CECOR – EBA/UFMG,

Especialista em Patrimônio Cultural: Conservação de Artefatos pela UFPel.

Professora do Departamento de Museologia e Conservação e Restauro do Instituto de Ciências Humanas, UFPel, RS.

Annelise Costa Montone

Doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel, Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPEL,

Especialista em Preservação do Patrimônio Arquitetônico e Urbano pela UFPel,

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela UFPel.

Diretora do Museu Municipal Parque da Baronesa, Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Pelotas, RS.

Daniele Baltz da Fonseca

Doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel,

Mestre em Arquitetura e Urbanismo com ênfase em Conservação e Restauro de Monumentos pela UFBA,

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela UFPel.

Professora do Departamento de Museologia e Conservação e Restauro do Instituto de Ciências Humanas, UFPel, RS.

Fabiane Rodrigues de Moraes

Mestranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel,

Conservadora e Restauradora de Bens Culturais Móveis pela UFPel.

Conservadora-restauradora do Museu Municipal Parque da Baronesa, Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Pelotas.

Proprietária da empresa RM Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis.

Keli Cristina Scolari

Doutoranda em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPel,

Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela UFPEL,

Especialista em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis pelo CECOR – EBA/UFMG.

Restauradora de Bens Culturais Móveis da UFPEL.

Publicado
2015-01-01
Edição
Seção
ASPECTOS HISTÓRICOS E SOCIAIS