A pintura nas imagens religiosas da Bahia Oitocentista

  • Cláudia Guanais Fausto

Resumo

Na pesquisa desenvolvida no mestrado de Artes Visuais da Universidade Federal da Bahia identificamos que a pintura nas imagens religiosas baianas, possui, além dos “grandes florões em reservas de ouro”, amplamente divulgados pela historiografia, ornamentações com repertórios ricos e variados.

O padrão que abordamos neste artigo é um recorte de um estudo mais amplo. Selecionamos 17 imagens para demonstrar a variedade desta pintura, tendo como critério possuir uma boa qualidade técnica e possuir o mínimo de intervenção, pelo menos visíveis a olho nu (critério com base na experiência como restauradora). Outro critério adotado é a repetição de um mesmo padrão em duas ou mais imagens. Todas as imagens são em madeira policromada e dourada, classificadas na categoria de “imagens retabulares”.

Utilizamos a metodologia analítica sintética, abordando o objeto através da análise material e técnica, formal e estilística seguida da elaboração dos resultados alcançados. Realizamos pequenas prospecções em algumas pinturas com o intuito de averiguar possíveis camadas sobrepostas. Utilizamos também uma vasta documentação fotográfica, desenhos e recursos de computação gráfica que permitiram uma melhor visualização, facilitando desta forma uma análise comparativa. O estudo iconográfico, assim como referencias bibliográficas, também auxiliaram a pesquisa.

Biografia do Autor

Cláudia Guanais Fausto

Mestra em Artes Visuais

Conservadora-restauradora

Museu de Arte Sacra – UFBA

Publicado
2011-01-01
Edição
Seção
MATERIAIS E TÉCNICAS