Clarice Panadés

1. Trama
Caneta nanquim sobre papel
66 x 93 cm
2020

2. A passagem faz o sentido do traço – parceria com André Baumecker
Fotografia digital
Dimensões variadas
2019

3. Emerge
Cianotipia sobre tecido
Dimensões variadas
2020

4. Baseado em cacos reais
Vídeo
0:30′
2020

“Clarice Panadés é artista circense há mais de 20 anos e integra o coletivo Na Esquina. Pesquisou performance e escrita no Risco em Dança, no c.e.m (centro em movimento) em 2018, em Lisboa, Portugal.  A deriva artística começou com o circo, na prática diária de atividades corporais, manipulação de objetos, equilíbrio invertido da parada-de-mãos e o exercício da presença na cena.  O desenho acontece como um vestígio do movimento no mundo, no desejo de revelar o invisível do gesto. Não importa a técnica a ser utilizada – se vídeo, caneta, tinta, palavra escrita – mas me interessa o modo como a tradução do acontecimento acrescenta algo ao instante.  A passagem faz o sentido do traço, e realiza os deslizes e desvios visuais do desenho. Ele não esconde, mas dá de presente o mistério contido nas coisas.”

error: Olá ! Favor entrar em contato com a/e/o artista responsável pelo trabalho para solicitar o arquivo desejado.
Skip to content