Concurso para Professor Adjunto A – Nível 1 – do Departamento de Desenho – Dedicação Exclusiva

Texto: Secretaria Geral da EBA

 

ÁREA DE CONHECIMENTO: Desenho

 

VAGA: 1 (uma)

 

CLASSE DE MAGISTÉRIO: Classe A com denominação de Professor Adjunto A, nível 1

REGIME DE TRABALHO: 40 (quarenta) horas semanais, em tempo integral, com dedicação exclusiva

NÍVEL DE ESCOLARIDADE: Graduação em Artes, Artes Visuais ou Artes Plásticas. Doutorado em Artes ou áreas correlatas (conforme tabela do CNPq vigente), ou Design ou Arquitetura;

PERFIL DO CANDIDATO: Professor, pesquisador, artista visual com ênfase em desenho, com atuação prática e teórica em artes e amplo domínio nas modalidades técnicas do desenho, estudo da forma, cor e composição.

PROVAS: Prova prática presencial; Prova Didática, na modalidade à distância; Julgamento de Títulos.

PROVA PRÁTICA: Prova de Desenho que consistirá na observação direta de uma composição contendo objetos tridimensionais diversos para representação bidimensional por meio do desenho. O candidato deverá demonstrar potencial artístico e desenvoltura na representação de objetos na bidimensionalidade nos seguintes aspectos: perspectiva; proporção; construção; volumetria; textura; composição; bem como uso expressivo do material

INSTRUMENTOS, APARELHOS OU TÉCNICAS A SEREM UTILIZADAS: Os materiais utilizados durante a prova prática deverão ser providenciados pelo próprio candidato que deverá levar 1 folha de papel super white branco formato A2 gramatura 120, lápis de cor aquarelável com 12 cores.

METODOLOGIA DE AFERIÇÃO: A comissão avaliadora se encarregará de montar uma cena que conterá objetos cujo formato, textura e complexidade variados permitam aferir a capacidade interpretativa e expressiva do candidato. A metodologia de aferição consistirá na avaliação do desempenho do candidato quanto à sua capacidade de uso poético e expressivo do material, bem como a observância dos aspectos descritos no campo “Prova Prática” deste Quadro.

CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA: Realizada em modo presencial na Escola de Belas Artes da UFMG, em sala que comporta 5 a 7 candidatos, respeitando-se o distanciamento de biossegurança e garantindo a proximidade necessária à cena. Caso seja necessária a utilização de mais de uma sala ao mesmo tempo, serão montadas cenas similares, utilizando-se objetos semelhantes em sua composição.

DURAÇÃO DA PROVA PRÁTICA: A Prova Prática terá a duração de até 4 horas. A Comissão Examinadora poderá agrupar os candidatos, a seu critério, para fins de realização das provas em diferentes turnos, em função do número de candidatos inscritos, visando aos protocolos de segurança sanitária

EDITAL: Edital nº 1940, de 30 de novembro de 2021, publicado no Diário Oficial da União do dia 02 de dezembro de 2021, Seção 3, páginas 96 a 101.

INSCRIÇÕES POR CORREIO ELETRÔNICO

PERÍODO DAS INSCRIÇÕES: De 03 / 12 / 2021 a 03 / 01 / 2022

HORÁRIO: 00h00 às 23hs59 (horário de Brasília)

EMAIL: secgeralconcurso-des@eba.ufmg.br

PRAZO PARA O INÍCIO DO CONCURSO: De 30 (trinta) a 90 (noventa) dias, contados a partir da data de encerramento das inscrições.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:

O candidato deverá enviar, no ato da inscrição, os seguintes documentos:

  1. a) Termo de requerimento de inscrição devidamente preenchido e assinado (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos).
  2. b) Cópia da Carteira de Identidade ou de outra prova de ser brasileiro nato ou naturalizado e, no caso de estrangeiro, de documento de identificação;
  3. c) Comprovação de quitação com o Serviço Militar, quando for o caso;
  4. d) Comprovação de quitação com a Justiça Eleitoral, que pode ser obtida por meio do sítio eletrônico https://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral, dispensável no caso de candidatos estrangeiros;
  5. e) Comprovante do pagamento da taxa de inscrição ou Formulário de Requerimento de Isenção do Pagamento de Taxa de Inscrição de Concursos Públicos (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos);
  6. f) Curriculum vitae extraído da Plataforma Lattes;
  7. g) Termo de Consentimento para Tratamento de Dados Pessoais, para atendimento aos artigos 7º e 11 da Lei 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos).
  8. h) documentos necessários para satisfazer os subitens 6.11 e 12.6, alínea “e”, deste Edital, se for o caso;
  9. j) Portfólio, contendo no mínimo 20 e no máximo 30 imagens, que demonstre a trajetória artística do candidato.

 

O Portfólio deverá ser organizado em arquivos no formato PDF, de tamanho máximo de 20 MB cada, quantos forem necessários, e disponibilizados para download em uma plataforma de armazenamento e compartilhamento que permita que os arquivos fiquem disponíveis durante todo o tempo de duração do concurso. O gerenciamento do espaço de armazenamento necessário para disponibilização dos arquivos é de responsabilidade exclusiva do candidato. O link para download dos arquivos deverá ser enviado para o endereço eletrônico secgeralconcurso-des@eba.ufmg.br, nomeando a mensagem da seguinte forma: “Edital [número do edital] – [nome completo do candidato] PORTFOLIO”.

Os documentos acima, exceto o Portfólio, devem ser enviados em arquivos individuais no formato PDF, com o tamanho máximo de 2 (dois) MB cada um.

No envio da inscrição, o candidato deverá nomear a mensagem da seguinte forma: “Edital [número do edital] – [nome completo do candidato]”

Caso não seja possível o envio dos arquivos em uma única mensagem eletrônica, é facultado o envio dos arquivos em mais de uma mensagem, devendo ser acrescido, ao título de cada mensagem, uma numeração correspondente à ordem de envio das mensagens.

Guia de Recolhimento Única da taxa de inscrição no valor de R$215,99 (cento e quarenta e oito reais e sessenta e cinco centavos), deverá ser paga no Banco do Brasil S/A, por meio de Guia de Recolhimento da União – GRU, emitida através da página eletrônica, e Guia de Recolhimento da União – GRU

https://sistemas.ufmg.br/sisarc/emissaogru/gerir/geriremissaogru.seam?codigo=bpRW7iNS1 .

Os documentos comprobatórios do curriculum vitae, numerados e ordenados na mesma sequência apresentada no curriculum vitae, deverão ser enviados, no formato PDF, para o endereço eletrônico secgeralconcurso-des@eba.ufmg.br, em até dez dias após a data final das inscrições, devendo estar agrupados em no máximo 3 (três) arquivos no formato PDF de até 20 MB cada.

OBS: Art. 50 da Resolução Complementar 02/2013 do Conselho Universitário: ” Toda a documentação será arquivada no Departamento, pelo prazo mínimo de 5 (cinco) anos.

Links

Edital Nº 1940, de 30 de novembro de 2021

Formulário de Solicitação de Isenção do pagamento de taxa de inscrição de Concursos Públicos – Cargo do Magistério Federal

QUESTIONÁRIO DE VERIFICAÇÃO DE SINTOMAS DE COVID-19 – Concurso Público para Cargo do Magistério Federal

Resolução nº 13/2010, de 11 de Novembro de 2010

Resolução Complementar nº02/2013, de 07 de Fevereiro de 2013

Decreto nº 9.739, de 28 de Março de 2019

Termo de Consentimento para Tratamento de Dados Pessoais – Lei Geral de Protecao de Dados Pessoais

Termo de Requerimento de Inscricao Concurso Público para Cargo do Magisterio Federal

 

I Encontro Regional da ANTECIPA – 02 e 03 de dezembro de 2021

Texto: Divulgação

O I Encontro Regional da ANTECIPA – Associação Nacional de Pesquisa em Tecnologia e Ciência do Patrimônio, que acontece nos dias 2 e 3 de dezembro de 2021, abre espaço para que os laboratórios filiados e integrados à rede de colaboração compartilhem informações e conhecimentos sobre suas atuações na Ciência do Patrimônio.

Durante o evento, coordenadores de 13 laboratórios vinculados à rede da ANTECIPA apresentarão suas atuações e infraestruturas. Na sequência, serão ministrados 5 workshops cujos temas estão especificados na programação. O evento será aberto a todos os interessados, mediante inscrição pelo link abaixo. Os certificados serão emitidos para sócios adimplentes da ANTECIPA.

No encerramento, serão discutidas possíveis estratégias para o fortalecimento destas redes em níveis nacional e regional e alguns dos workshops a serem já ofertados em 2022.

Destaca-se que os Encontros Regionais da ANTECIPA deverão acontecer bienalmente com o objetivo de fortalecer redes de colaboração em níveis regionais – Norte, Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul – e este, sendo o primeiro e ainda durante a pandemia COVID-19, terá um caráter singular com apresentações conjuntas de trabalhos de todas as regiões.

O evento será gravado, ficando disponível para os inscritos por 30 dias.

Inscrição e informações pelo link:

https://www.even3.com.br/1encontro_regional_antecipa/

Boas vindas ao 2º semestre de 2021 da EBA/UFMG!

À Comunidade da EBA,

Boas vindas ao 2º semestre de 2021 da EBA/UFMG!

A Diretoria da Escola de Belas Artes preparou este comunicado para receber a comunidade acadêmica da EBA e reforçar informações relevantes neste contexto de flexibilização da pandemia, envolvendo trabalhos acadêmicos e administrativos em ambientes hibridos de trabalho remoto e retorno gradual ao presencial.

Para a nossa Escola, cada semestre representa a renovação dos nossos compromissos com a educação pública, diversa e de qualidade, reafirmando a nossa vocação de formar pessoas e, especificamente, aproximá-las às diversas áreas do conhecimento das Artes e da Cultura.

Este momento de flexilbilização da pandemia ainda requer desafios para manter presente e fortalecer a interatividade dos conhecimentos e das pessoas, por meio da conjugação das redes digitais e virtuais de informação e comunicação com o retorno gradual do presencial.

 

Viver UFMG: no espaço virtual Viver UFMG disponível no endereço https://ufmg.br/viverufmg/ e na versão pdf disponível em https://ufmg.br/storage/f/c/a/5/fca501986a20caf41ff3552484ba652a_1620929845346_1796427430.pdf, os estudantes têm acesso à edição 2021/1 do Guia Viver UFMG, que se trata de um manual com orientações gerais sobre a universidade e a vida acadêmica, incluindo: o ensino remoto emergencial, a assistência e permanência estudantil, as plataformas de livros eletrônicos disponíveis no Sistema de Bibliotecas da UFMG, o acolhimento em saúde mental, as fontes de referência para esclarecimento de dúvidas, dentre outros assuntos.


Saúde mental: estamos preocupados com o bem estar físico e mental de toda a comunidade da EBA e, por isso, reforçamos as informações da UFMG para quem precisa de ajuda neste difícil momento da pandemia, que estão disponíveis em https://www.ufmg.br/saudemental/ . Nesse sentido, destacamos que: A comunidade da UFMG se organizou e, sob articulação da Rede de Saúde Mental e da Comissão Permanente de Saúde Mental da UFMG, oferece diferentes modalidades de acolhimento para toda a comunidade. A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu que as incertezas em torno do avanço da pandemia, e as situações de exceção a que grande parte da população mundial está submetida, são gatilhos para o estresse e ansiedade. Fique em casa, cuide da saúde do corpo e da mente, e conte com o apoio dos profissionais e voluntários da UFMG.”

Programa Integração Docente: reforçamos também sobre o Programa Integração Docente – Ações Formativas para as Práticas Pedagógicas, que conta com diversas iniciativas, fruto da parceria entre Giz/Prograd, Caed e DTI, cujas informações estão disponíveis em: https://www.ufmg.br/integracaodocente/


Uso de plataformas digitais: a UFMG recomenda o uso das plataformas digitais Moodle e Microsoft Teams.

Essa recomendação está relacionada à capacidade técnica desses ambientes virtuais para a execução do planejamento acadêmico, a fim de disponibilizar adequadamente os materiais didáticos, tarefas e planos de ensino, disponíveis inclusive para a comprovação do cumprimento de carga horária.

O acesso às plataformas Moodle e Microsoft Teams está previamente configurado na Universidade para o mesmo acesso ao Minha UFMG. Em comum acordo entre os professores e os alunos podem ser utilizados outros recursos digitais para assegurar e facilitar o acesso aos estudantes. Em caso de adoção de outras plataformas digitais, recomendamos que estudantes e professores sempre acompanhem o Moodle, como a forma de comunicação oficial das disciplinas.

Nos sítios eletrônicos da EBA e da UFMG encontram-se os links de acessos e tutoriais para o uso do Moodle e Microsoft.

Além disso, para introdução às plataformas digitais da UFMG, o Setor de Tecnologia da Informação da EBA disponibilizou um tutorial direcionado aos novos estudantes da EBA, que está disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=9bH6LE52yEQ


Direitos autorais e de imagem: enfatizamos a atenção ao uso responsável com a difusão de material didático elaborado por Professores da EBA e UFMG, no que diz respeito aos direitos autorais e de imagem concernentes e ao caráter eminentemente didático dos materiais disponibilizados aos estudantes, que são de uso específico para o suporte pedagógico durante o Ensino Remoto Emergencial, sendo imprescindível a autorização expressa do autor do material para o seu uso para quaisquer outras finalidades não inseridas naquelas abrangidas pelas atividades institucionais.

Dessa forma, reiteramos os termos da Advertência Legal, estabelecida na UFMG:

Adverte-se, para os devidos fins, que a imagem dos docentes, discentes e demais envolvidos, além do conteúdo oral e escrito das aulas, encontram-se legalmente protegidos pela Lei nº 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais) e somente poderão ser utilizados para fins exclusivamente acadêmicos a que se destinam e no âmbito interno da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Estão proibidas quaisquer outras formas de utilização, tais como copiar, editar, adicionar, reduzir, exibir, difundir publicamente, transmitir a terceiros, bem como trocar, emprestar ou praticar qualquer ato de comercialização.

A violação a quaisquer desses direitos exclusivos dos titulares acarretará as sanções previstas na Lei no 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais), nos arts. 184 e 186 do Código Penal, sem prejuízo da apuração de transgressão disciplinar de servidores (Lei no 8.112/90) e discentes (Estatuto da UFMG)”.


Acesso a conteúdos públicos: o Guia do Usuário contendo as orientações sobre o Sistema de Bibliotecas da UFMG está disponível no sítio eletrônico da EBA.

Recomendamos a realização do Treinamento online da Biblioteca Universitária, para conhecer os fundamentos das Bibliotecas da UFMG. O curso tem carga horária de 4 horas e a inscrição é feita no sítio eletrônico da própria Biblioteca Universitária.

Conteúdos digitais públicos estão disponíveis nos portais abaixo, cujos links de acesso estão disponíveis no site da EBA:

Portal Capes, biblioteca virtual que disponibiliza a produção científica nacional e internacional.

Repositório Institucional da UFMG, que armazena a produção intelectual da UFMG.

Periódicos da UFMG.

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) que integra e disponibiliza os textos completos das teses e dissertações defendidas nas instituições brasileiras de ensino e pesquisa.


Cuidados coletivos e individuais com o coronavírus: no sítio eletrônico da UFMG, disponível em https://ufmg.br/coronavirus, encontram-se informações oficiais da Universidade sobre a pandemia do novo coronavírus.E no sistema Minha UFMG na aba serviços encontra-se o sitema Monitora Covid que está disponível em: https://monitoracovid.ufmg.br

Diante disso, a comunidade escolar da EBA deve observar as orientações contidas nos seguintes documentos oficiais da UFMG, disponíveis em https://www.ufmg.br/viverufmg/adequacoes-pandemia/protocolo-de-biosseguranca/:

Protocolo de biossegurança e adequação do espaço físico da UFMG, disponível em: https://ufmg.br/storage/7/a/8/d/7a8df00756a4b24203cb253915559e65_15955938800698_680622154.pdf

Plano para o retorno presencial de atividades não adaptáveis ao modo remoto na UFMG, disponível em: https://ufmg.br/storage/7/a/8/d/7a8df00756a4b24203cb253915559e65_15955938800698_680622154.pdf

Medidas prebentivas e de compromisso com a proteção individual e coletiva: a fim de se reduzir os riscos de transmissão do vírus na vigência da pandemia da Covid 19, toda a comunidade escolar deve adotar as seguintes medidas preventivas e de compromisso com a proteção individual e coletiva da comunidade universitária:

(1) lavar as mãos com água e sabão ou utilizar solução de álcool em gel 70%, disponibilizado pela EBA/UFMG, constantemente, para mantê-las sempre limpas.

(2) utilizar equipamentos de proteção individual, em especial a máscara facial adequada ao ambiente.

(3) evitar tocar a face com as mãos.

(4) manter o distanciamento social, reduzindo o número de contatos físicos entre as pessoas, e evitar aglomerações, atentando-se para a distância mínima de 2 metros entre as pessoas em um mesmo espaço.

(5) evitar contato físico como apertos de mãos e abraços.

(6) manter os ambientes bem ventilados, utilizando apenas a ventilação natural, não devendo ser utilizado ventiladores ou ar condicionado.

(7) não compartilhar objetos pessoais tais como canetas, lápis, calculadoras, celulares e copos.

(8) higienizar os materiais e equipamentos antes e após o uso, para a desinfecção de objetos de uso frequente tais como chaves, maçanetas, mesas, telefone, computadores, etc.

(9) manter os cabelos preso e seguir a orientação de “adorno zero”.

(10) fechar a tampa do vaso sanitário antes de dar descarga.

(11) em caso de sintomas da covid-19 ou contato com pessoas doentes, ficar em casa, não frequentar ambientes da UFMG e informar de imediato ao setor da EBA ao qual possui vínculo: se Estudante – Colegiado de Curso; se Servidor, Seção de Lotação, se Tercerizado – Seção de Logística e Serviços Operacionais, bem como registrar no sistema Monitora Covid, disponível na aba Serviços do Minha UFMG.

(12) antes de sair de casa para ir à Escola de Belas Artes, preencher o formulário no sistema Monitora Covid, disponível na aba Serviços do Minha UFMG, para fins de registrar a movimentação de pessoas na UFMG, com ou sem sintomas da covid-19.

Ensino Híbrido Emergencial: implementamos a partir deste 2º semestre de 2021, o Ensino Híbrido Emergencial – EHE – visando ao retorno gradual das atividades presenciais na Escola de Belas Artes,  em consonância com a Resolução CEPE nº 05/2021 e demais diretrizes e protocolos definidos pelos órgãos de deliberação superior da UFMG, em um contexto de flexibilização na pandemia da Covid 19 na cidade de Belo Horizonte e no país, sempre atentos à preservação da vida e da saúde das pessoas. O Plano EBA Nº 02/2021, Plano Institucional para implementação do Ensino Híbrido Emergencial – EHE, no 2º Semestre de 2021, para o retorno gradual de Atividades presenciais na EBA, aprovado pela Congregação da EBA, está disponível no sítio eletrônico da EBA. Contamos com a participação de todos para juntos implementarmos o Ensino Híbrido Emergencial em diálogo com a comunidade para promovermos ações viáveis e seguras para o desenvolvimento de nossas atividades acadêmicas e administrativas na EBA.

Uso dos espaços físicos da EBA: O Plano EBA Nº 02/2021, Plano Institucional para implementação do Ensino Híbrido Emergencial – EHE, no 2º Semestre de 2021, para o retorno gradual de Atividades presenciais na EBA, aprovado pela Congregação da EBA, define as possibilidades de acesso controlado ao espaço físico para um atendimento criterioso às atividades presenciais, principalmente relacionadas à movimentação de pessoas no uso da estrutura pedial; circulação de documentos administrativos e acadêmicos; e fornecimento de materiais e empréstimos de livros, equipamentos, dentre outros, para o atendimento seguro das diversas necessidades da comunidade escolar da EBA. O desempenho de quaisquer atividades presenciais no EHE poderá ocorrer na EBA somente nas seguintes condições:

1) estar em consonância com o Plano para o retorno presencial de atividades não adaptáveis ao modo remoto na UFMG e o Protocolo de biossegurança e adequação do espaço físico na UFMG.

2 ) respeitar o Plano de Ocupação Predial da Escola de Belas Artes tanto em relação às restrições do número de pessoas em cada espaço da Unidade quanto em relação à distância de 2 metros entre as pessoas, observando-se as referências matemáticas mínimas recomendadas de 15 pessoas a cada 50m2 para os espaços de uso estático (taxa de ocupação em 0,3) e de 1 pessoa a cada 7m2 para os espaços de uso dinâmico (taxa deocupação em 0,14).

3) observar diariamente os indicadores epidemiológicos e as as recomendações das autoridades sanitárias locais e nacional.


Desempenho de Atividades presenciais no EHE: O atendimento direto ao público interno e externo ocorrerá apenas sob demanda justificada da atividade e com o agendamento prévio nos respectivos setores envolvidos. Para tanto, as Chefias de Seções Acadêmicas e Administrativas deverão organizar rodízios e ou escalonamento de pessoal, a critério das próprias chefias, para o estabelecimento de dias e horários para atendimento às atividades requeridas pela comunidade escolar, tais como:
a ) circulação de documentos físicos e materiais, sejam documentos em movimentação na Escola, correio ou malote e entregas de materiais por fornecedores externos, entre outros.
b) circulação de livros e itens do acervo da Biblioteca, com entrega e devolução na portaria da Biblioteca, com o agendamento prévio do usuário, pelo e-mail <bib@eba.ufmg.br>.
c ) empréstimo de equipamentos patrimoniais, sob demanda requerida por e-mail aos Colegiados de Curso, no caso de estudantes, e às Chefias Imediatas, no caso de servidores docentes e Taes.
d ) uso de laboratórios, ateliês e salas teóricas e práticas, os quais possuem instalações especiais e ou requerem a assistência de pessoal técnico qualificado, somente poderão ser utilizados sob demanda e com a programação de atividade registrada na SLOP, por e-mail endereçado a <slop@eba.ufmg.br>, mediante o agendamento prévio pelo setor responsável para o desenvolvimento da atividade na EBA. A previsão de uso desses espaços e instalações deve assegurar a disponibilidade pessoal técnico qualificado para o acompanhamento e assessoramento da atividade.


Por fim, lembramos e agradecemos à comunidade da Escola de Belas Artes pelos esforços conjuntos realizados desde o ano passado e que tanto contribuíram para enfrentarmos os desafios da pandemia, que gerou uma situação crítica totalmente inesperada e que nos fez reconfigurar todas as nossas rotinas escolares.

Apesar de tudo, estamos conseguindo enfrentar essa crise. A prova disso é o próprio início deste semestre letivo, que conseguiremos realizar com o Ensino Híbrido Emergencial, por meio de trabalhos remotos e retorno gradual ao presencial.

Desejamos que, no 2º semestre de 2021, possamos aprimorar os nossos trabalhos remotos e contar sempre com a colaboração de todos e todas membros da comunidade escolar para seguirmos superando os desafios.

Agradecemos mais uma vez os esforços e as colaborações dos membros da comunidade da EBA para enfrentarmos juntos este momento de crise global e, a cada dia, conseguirmos lidar com a nova normalidade.

 

 

Concurso para Professor Adjunto A – Nível 1 – do Departamento de Artes Plásticas – Dedicação Exclusiva – Área de Conhecimento: Pintura

ÁREA DE CONHECIMENTO: Pintura

VAGA: 1 (uma)

CLASSE DE MAGISTÉRIO e REGIME DE TRABALHO: Classe A com denominação de Professor Adjunto A nível 1 – Regime de Trabalho – Dedicação Exclusiva

NÍVEL DE ESCOLARIDADE: Doutorado em Artes Visuais ou áreas afins;

PERFIL DO CANDIDATO: Professor de Artes e Artista Visual com conhecimento prático e teórico nas modalidades técnicas da pintura, e produção artística comprovada por meio de portfólio, a ser avaliado na Prova de Títulos.

PROVAS:

FASE 1: PROVA ESCRITA COM CARÁTER ELIMINATÓRIO

FASE 2: PROVA DE TÍTULOS E PROVA DIDÁTICA

EDITAL:  726, de 25 de outubro de 2019, publicado no Diário Oficial da União do dia 31 de outubro de 2019, Seção 3, páginas 64 a 67.

Links

Edital Nº 726, de 25 de outubro de 2019

Portaria Nº 1952, de 24 de março de 2020

Edital Nº 1423, de 15 de setembro de 2021

Barema

Programa da prova escrita

Blibliografia

Resolução nº 13/2010, de 11 de Novembro de 2010

Resolução Complementar nº02/2013, de 07 de Fevereiro de 2013

Decreto nº 9.739, de 28 de Março de 2019

QUESTIONÁRIO DE VERIFICAÇÃO DE SINTOMAS DE COVID-19 Concurso Público para Cargo do Magistério Federal

Procedimentos relativos à biossegurança na situação de Pandemia por COVID-19 na Escola de Belas Artes

Instruções específicas – item 3 do Edital Nº 1432/2021, 15/09/21

Ofício nº 88/2021/EBA-SGE-UFMG – Convocação para instalação do Concurso e designação da Comissão Examinadora

Edital nº 1727/2021/EBA-SGE-UFMG

Portaria Nº 7789, de 08 DE novembro DE 2021

Link da Conferência

Cronograma concurso pintura 29.11.21

Lista dos candidatos convocados para a próxima etapa

Cronograma Retificado

Link da prova didática

———//———//———//———//———//———//———//———//———//———//———//———//———

Concurso de Teoria e História do Cinema do FTC

Texto: Secretaria Geral da EBA

ÁREA DE CONHECIMENTO: Teoria e História do Cinema

VAGA: 1 (uma)

CLASSE DE MAGISTÉRIO: Classe A com denominação de Professor Adjunto A, nível 1

REGIME DE TRABALHO: 40 (quarenta) horas semanais, em tempo integral, com dedicação exclusiva

NÍVEL DE ESCOLARIDADE: Doutorado em Artes ou Artes Visuais ou Cinema ou Comunicação ou Ciências Humanas ou áreas afins;

PERFIL DO CANDIDATO: Deve possuir amplo domínio da Teoria e da História do Cinema, com produção teórica, desempenho profissional e experiência docente comprovada para atuar em ensino, pesquisa e extensão, bem como na administração da Universidade.

PROVAS:

FASE 1: Prova Escrita com caráter eliminatório, na modalidade presencial.

FASE 2: Julgamento de Títulos e Prova didática, na modalidade a distância.

EDITAL: Edital nº 1801, de 17 de novembro de 2021, publicado no Diário Oficial da União do dia 19 de novembro de 2021, Seção 3, páginas 91 a 96.

INSCRIÇÕES VIA “SISTEMA DE INSCRIÇÕES” 

PERÍODO DAS INSCRIÇÕES: De 22/11/2021 a 21/12/2021

HORÁRIO: 00h00 às 23hs59 (horário de Brasília)

LOCAL: https://eba.ufmg.br/inscricao-concurso/

EMAIL: secgeralconcurso-ftc@eba.ufmg.br

PRAZO PARA O INÍCIO DO CONCURSO: De 30 (trinta) a 90 (noventa) dias, contados a partir da data de encerramento das inscrições.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:

O candidato deverá enviar, no ato da inscrição, os seguintes documentos em formato PDF, de acordo com os tamanhos especificados no Sistema de Inscrições, https://eba.ufmg.br/inscricao-concurso/:

  1. a) Termo de requerimento de inscrição devidamente preenchido e assinado (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos);
  2. b) Cópia da Carteira de Identidade ou de outra prova de ser brasileiro nato ou naturalizado e, no caso de estrangeiro, de documento de identificação;
  3. c) Comprovação de quitação com o Serviço Militar, quando for o caso;
  4. d) Comprovação de quitação com a Justiça Eleitoral, que pode ser obtida por meio do sítio eletrônico https://www.tse.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacaoeleitoral, dispensável no caso de candidatos estrangeiros;
  5. e) Comprovante do pagamento da taxa de inscrição ou Formulário de Requerimento de Isenção do Pagamento de Taxa de Inscrição de Concursos Públicos (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos);
  6. f) Curriculum vitae;
  7. g) Termo de Consentimento para Tratamento de Dados Pessoais, para atendimento aos artigos 7º e 11 da Lei 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, (disponível no endereço https://www.ufmg.br/prorh/, Seção Formulários, opção Concursos Públicos (Candidatos);
  8. h) documentos necessários para satisfazer os subitens 6.11 e 12.6, alínea “e”, deste Edital, se for o caso;

Guia de Recolhimento Única da taxa de inscrição no valor de R$215,99  (cento e quarenta e oito reais e sessenta e cinco centavos), deverá ser paga no Banco do Brasil S/A, por meio de Guia de Recolhimento da União – GRU, emitida através da página eletrônica, e Guia de Recolhimento da União – GRU https://sistemas.ufmg.br/sisarc/emissaogru/gerir/geriremissaogru.seam?codigo=0pEt22LMm  .

PORTFÓLIO: Até 14 (quatorze) trabalhos profissionais, artísticos e acadêmicos selecionados pelo(a) candidato(a), com sua participação comprovada, que devem ser encaminhados em arquivos digitais (mp4 para vídeos e PDF para textos e comprovantes).

Os documentos comprobatórios do curriculum vitae, numerados e ordenados, preferencialmente, na mesma sequência apresentada no curriculum vitae, deverão ser organizados em arquivos no formato PDF e disponibilizados, para download em uma plataforma de armazenamento e compartilhamento de arquivos. O gerenciamento do espaço de armazenamento necessário para disponibilização dos arquivos é de responsabilidade exclusiva do candidato. O link para download dos arquivos deverá ser enviado para o endereço eletrônico secgeralconcurso-ftc@eba.ufmg.br, em até vinte e quatro horas após a divulgação da lista de classificados na Prova Escrita, nomeando a mensagem da seguinte forma: “Edital [número do edital] – [nome completo do candidato]”. 6.10.1. Os documentos comprobatórios devem estar agrupados em arquivos PDF de tamanho máximo de 20 MB, quantos forem necessários.

      OBS: Art. 50 da Resolução Complementar 02/2013 do Conselho Universitário: ” Toda a documentação será arquivada no Departamento, pelo prazo mínimo de 5 (cinco) anos.

Links

EDITAL_1801___ABERTURA_EBA__FOTOGRAFIA_CINEMA__DOU_19.11.2021 (4)

Isencao-do-Pagamento-de-Taxa-de-Inscricao-de-Concursos-Publicos

RESOLUÇÃO-13-2010.-RECURSO-E-REVISÃO

PROGRAMA PARA PROVAS DIDÁTICA E ESCRITA

RESOLUÇÃO-COMPLEMENTAR-Nº-02-2013.-CONCURSO-DE-MAGISTÉRIO.compressed

Termo-de-Consentimento-para-Tratamento-de-Dados-Pessoais-Lei-Geral-de-Protecao-de-Dados-Pessoais-LGPD Secretaria Geral – Concurso Adjunto – DE – Teoria e História do Cinema

Termo-de-Requerimento-de-Inscricao-Concurso-Publico-para-Cargo-do-Magisterio-Federal

Questionario-Covid

Secretaria Geral – Concurso Adjunto – DE – Teoria e História do Cinema

DECRETO Nº 9.739, DE 28 DE MARÇO DE 2019

 

Aluno da escola de Belas Artes da UFMG apresenta espetáculo de Teatro em Nova Lima como parte de sua pesquisa de mestrado

Texto: Divulgação

De 02 a 05 de dezembro de 2021, o artista novalimense Lucas Fabrício apresenta o espetáculo Teatral “Daqui”, parte de sua pesquisa de mestrado em desenvolvimento no Programa de Pós-Graduação da Escola de Belas Artes, sob orientação do Prof. Dr. Rogério Lopes, que também faz a direção de cena do trabalho.
A pesquisa para criação de “Daqui” partiu de investigações sobre a história de Nova Lima e a produção aurífera na região, que por muitos anos  perdurou na antiga Mina de Morro Velho, hoje desativada. Entre depoimentos de mineiros e relatos das condições de trabalho na mineração, o artista cria uma narrativa relacionando também com a história da sua família, buscando outras perspectivas para compreensão de construção da história da cidade.
“Daqui” será apresentado na Rua Padre Américo Coelho, 268, casa do artista, incorporando a pesquisa e a criação à própria cidade através da exposição de lambe-lambes, exibição de áudios no alto falante da Igreja do bairro e do uso da rua e de espaços não convencionais para criação teatral.

 

DAQUI – teatro de Lucas Fabrício
Sinopse

Como você veio parar aqui? Quem pode contar a sua história? Quantas memórias cabem na rua? Teatro é picareta de escavar memórias. Entre fotografias e lembranças, daqui da rua, na laje, em casa, brinco de recriar histórias para preencher as lacunas do que ficou vazio, como buraco de mina.
Serviço

2 a 5 de dezembro de 2021 – Quinta a domingo, às 20h.
Rua Padre Américo Coelho, 268 – Retiro – Nova Lima
Classificação etária: livre.
Gratuito.
Em função da pandemia do Covid-19, durante o evento pedimos que respeitem as orientações sanitárias para distanciamento social, utilizem máscara de proteção individual e álcool em gel.
Em caso de chuva forte a apresentação poderá ser cancelada – consulte informações pelo instagram (@lucas.fabricio e @atrasdopano).
Haverá venda de bebidas e pastéis em parceria com a Paróquia de Santo Antônio, com pagamento apenas em dinheiro.

FICHA TÉCNICA
Atuação e dramaturgia: Lucas Fabrício
Direção de cena: Rogério Lopes
Cenografia: Lucas Fabrício, Rogério Lopes, Marina Afonso e Leo Araújo (Serralheria Santo Antônio).
Iluminação: Victor Santos
Edição de som: Lucas Fabrício
Vozes: minha família.
Operação de som: Hillary Araújo
Produção: Letícia Araújo
Apoio produção: Leonardo Araújo, Letícia Yasmin, Ju Araújo, Joelma Araújo, Terezinha Barnabé, Rainy Campos e Marina Afonso.
Apoio: Paróquia de Santo Antônio, Serralheria Santo Antônio, Coletivo Timbuctu, Grupo Atrás do Pano e TU/UFMG – Teatro Universitário da UFMG.
Orientação mestrado: Prof. Dr. Rogério Lopes – Programa de Pós-Graduação em Artes da Escola de Belas Artes da UFMG – Linha Artes da Cena.
Intervenção lambe-lambe
Série de criações gráficas a partir de fotografias. Impressão a laser sob papel sulfite, diversos formatos.
Projeto gráfico: Lucas Fabrício
Direção de arte e Fotografia: Raul Nunnes
Produção de moda e Maquiagem: Walter Simões (Madonna)
Projeto Raízes da Resiliência – Nova Lima Artista-pesquisador: Lucas Fabrício
Facilitação e orientação artística: Grupo Atrás do Pano – Myrian Nacif e Paulo Thielman. Orientação pesquisa sobre história de Nova Lima: Juliana Rocha Produção Executiva: Fredy Antoniazzi Comunicação: Caio Otta Realização: People’s Palace Projects (PPP) e Queen Mary University of London (QMUL), em parceria com o Instituto Inhotim. Financiamento: Conselho de Pesquisa de Artes e Humanidades do Reino Unido (AHRC-UKRI), Fundo de Pesquisa para os Desafios Globais (GCRF) e Departamento de Digital, Cultura, Mídia e Esportes do Reino Unido (DCMS), através do edital público AHRC GCRF Urgency Highlight Notice Cultural Heritage and Climate Change.

Inscrições para o Vestibular UFMG 2022 – Habilidades serão abertas em dezembro

Texto: Assessoria de Imprensa da UFMG

As inscrições ao Concurso Vestibular UFMG 2022 – Habilidades estarão abertas, exclusivamente pela internet, na página eletrônica da Comissão Permanente do Vestibular da UFMG (Copeve/UFMG), de 17 de dezembro de 2021 a 18 de janeiro de 2022. O concurso é parte da seleção para ingresso nos cursos presenciais de graduação em Artes Visuais, Cinema de Animação e Artes Digitais, Dança – Licenciatura, Design de Moda, Música – Bacharelado, Música – Licenciatura e Teatro. As solicitações de isenção do pagamento da taxa de inscrição devem ser feitas de 13 a 15 de dezembro.

De acordo com o edital do vestibular, só poderá concorrer a uma das vagas o candidato que tiver concluído o ensino médio ou equivalente ou que estiver regularmente matriculado no terceiro ano do ensino médio e participado, obrigatoriamente, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2021.

A seleção será realizada em duas etapas: a primeira etapa, de caráter eliminatório, composta pelas provas objetivas do Enem 2021, de inteira responsabilidade do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, do Ministério da Educação (Inep/MEC); a segunda etapa, de caráter classificatório e eliminatório, composta pelas provas específicas, de inteira responsabilidade da UFMG, e pela prova de Redação do Enem 2021, de responsabilidade do Inep/MEC.

A Segunda Etapa constará de provas presenciais e não presenciais específicas de habilidades por curso e habilitação conforme relacionadas no Quadro IV do Edital.

O resultado da primeira etapa será divulgado no dia 7 de fevereiro de 2022. As provas práticas serão de 8 a 14 de fevereiro (envio de vídeos) e a realização das provas presenciais será no dia 23 do mesmo mês. A divulgação do resultado final está prevista para o dia 11 de março.

Vagas

As vagas são distribuídas da seguinte forma: Artes Visuais – Bacharelado e Licenciatura (80 – diurno); Cinema de Animação e Artes Digitais – Bacharelado (40 – noturno), Dança – Licenciatura (20 – noturno), Design de Moda – Bacharelado (45 – noturno), Música – Bacharelado (76 – diurno e noturno), Música – Licenciatura (30 – noturno) e Teatro – Bacharelado e Licenciatura (40 – diurno).

Centro Cultural UFMG realiza podcast com residentes de projeto voltado ao teatro de rua

No oitavo episódio do Podcast Residência Artística tivemos um bate-papo com o ator, diretor de teatro e professor Rogério Lopes, com a atriz Nayra Carneiro e com o ator e produtor Lucas Prado, parceiros no grupo Teatro & Cidade – Núcleo de Pesquisa Cênica do Teatro Universitário da UFMG e residentes do Centro Cultural UFMG em 2016 para o desenvolvimento de processos teatrais em diálogos com a cidade, seus moradores e o espaço urbano. Nesse período o grupo elaborou trabalhos voltados principalmente para a rua, tomando-a como um local de ensaio, convivência, criação e apresentação.

O Teatro & Cidade é um grupo de pesquisa e extensão do Teatro Universitário da UFMG, que surgiu em 2013, sob a coordenação do professor Rogério Lopes, com a intenção de ser um espaço de experimentação das possibilidades do mascaramento de inspiração nas tradições afro-brasileiras, proveniente da pesquisa de doutorado do docente. O contexto urbano é uma característica muito forte dos trabalhos do grupo, que são criados na rua, com o povo, reduzindo a distância entre ensaio e experimentação nesses locais de convivência e de ocupação das mais variadas formas e ocasiões.

O diálogo com a cidade e os espaços públicos é uma das proposições do grupo e a interação entre atores e transeuntes, que também são público e atuantes, contribuem com a criação dos trabalhos. “Os nossos trabalhos são realizados através da força da cidade, do trânsito, do movimento e das pessoas, que formam uma trama”, diz Nayra. “A gente não utiliza uma ideia de estrutura, de separar um espaço para apresentar, as intervenções acontecem no deslocamento pela cidade”, complementa Rogério.

Os atores contam que muitas vezes as pessoas ficam em dúvida em relação a essa movimentação e perguntam se eles estão fazendo teatro ou se é uma manifestação. “É interessante por que isso revela um pouco desse movimento da cidade demarcada e se faz um furo, ou abre uma brecha, sinto que cria esse lugar da curiosidade”, diz Nayra. “A única coisa que torna evidente é a máscara, pois ela é um elemento muito teatral”, descreve Rogério. É por meio dessa convivência ficcional nos espaços públicos da cidade que acontece o desenvolvimento e experimentação dos trabalhos do grupo.

Os integrantes relembram o trabalho desenvolvido durante a residência artística no Centro Cultural UFMG, “Seis personagens à procura de um lugar”, composição que integra a “Trilogia Andarilha”. A obra itinerante reúne três manifestações teatrais de rua – “Intermitentes ou vai e vem”, “Trincamatraca: uma mascarada de rua” e “Seis personagens à procura de um lugar” – em que grupos de mascarados se deslocam livremente pela cidade instaurando imagens poéticas e grotescas em meio ao cotidiano. Esse trabalho é resultado da pesquisa que investiga os princípios cênicos das máscaras tradicionais da cultura popular brasileira em contexto urbano.

O grupo tem um histórico de apresentações em grandes festivais estudantis e profissionais, nacionais e internacionais. Antes da pandemia o Teatro & Cidade foi contemplado com o Fundo Municipal de Cultura e ocupou as nove regionais da cidade, com 33 apresentações da Trilogia Andarilha, uma experiência incrível que deu a oportunidade de conhecerem todos os cantos de Belo Horizonte e observar como cada localidade reverbera nas apresentações. Atualmente não tem sido um período fácil para os artistas, que têm buscado outras formas de trabalhar com o teatro virtual, distanciando desse viés das ruas, do contato com o público e do retorno imediato.

Ouça o podcast na íntegra e conheça a proposta de um teatro que aconteça junto com a cidade: https://spoti.fi/3rjGbIc

Conheça o Teatro & Cidade em: https://www.teatroecidade.com/, Facebook e Instagram.

O Podcast Residência Artística é um projeto que pretende disponibilizar mensalmente no Spotify conteúdos em áudio relacionados ao desenvolvimento da pesquisa e experimentação das artes visuais, dança, performance, teatro, música e literatura. A proposta surgiu para ampliar a programação online do espaço, oferecer ao público da internet uma discussão sobre o estudo das artes, além de dar visibilidade aos residentes da casa, que foram lançados em novas rotinas de pesquisa. Os convidados terão espaço para dialogarem sobre essa imersão, seus processos criativos, suas experiências, trajetórias, produções artísticas e resultados.

Podcast Residência Artística
Uma vez por mês no Spotify do Centro Cultural UFMG

Siga o Centro Cultural UFMG:
Facebook: https://www.facebook.com/centroculturalufmg
Instagram: https://www.instagram.com/centroculturalufmg
YouTube: https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG
Twitter: https://twitter.com/ccultufmg

Link para instalação da Comissão Examinadora do Concurso de Professor Adjunto A, nível 1, do Departamento de Artes Plásticas

Link para instalação da Comissão Examinadora do Concurso de Professor Adjunto A, nível 1, do Departamento de Artes Plásticas – área de conhecimento: Pintura, a realizar-se no dia 29 de Novembro de 2021, segunda-feira, às 9 horas, através de videoconferência na Plataforma de Conferência da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa.

Link da conferência

Maurício Tizumba apresenta alguns ritmos das religiões de matriz africana em novo vídeo do projeto Aulas Abertas

O convidado do projeto Aulas Abertas de novembro, mês marcado pela consciência negra, é o ator, compositor, cantor, multi-instrumentista e congadeiro Maurício Tizumba, que nos apresenta uma aula sobre “O Tambor Bantu em Minas Gerais”.

O artista introduz sua aula explicando que os devotos das religiões de matriz africana nunca iniciam um trabalho sem antes cantar para Exú e oferece um canto para o orixá das comunicações, aquele que abre os caminhos e ilumina a caminhada. Na sequência, ele emenda Tupinambá, canto de Dea Trancoso, pedindo licença aos povos originários, àqueles que já estavam aqui quando todos chegaram, mencionando vários povos indígenas, como os Aranã, Kaxixó, Pankararu, Krenak, Maxakalí, Pataxó Hãhãhãe e Puri.

Tizumba toca o couro de um atabaque com as mãos e apresenta quatro ritmos básicos do Candomblé Angola e da Umbanda, como o Barravento, o Ijexá o Cabula e o Congo de Ouro. Dando prosseguimento, já com um tambor de congado, ele traz ainda quatro ritmos presentes nas festas de Congado e Reinado, como o Serra Abaixo, o Serra Acima, o Congo Dobrado e o Marcha Grave. O tambor de congado – o Nogma – e o atabaque são instrumentos ancestrais sagrados e fundamentais nas religiões de matriz africana. O som proveniente desses tambores conduz a dança dos rituais e, principalmente, estabelece uma comunicação entre os homens e as divindades durante as cerimônias.

Para finalizar, o artista oferece um canto para os Pretos-Velhos, àqueles que atravessaram o Atlântico e chegaram aqui construindo o seu reinado. “Tem uns Preto-Velhos que chegaram nessa nossa terra, sobreviveram e estão aqui até hoje. Viva os nossos ancestrais! Eles que fazem a gente continuar caminhando nessa terra”, diz Tizumba.

Assista à aula aberta e conheça os ritmos apresentados por Maurício Tizumba: https://youtu.be/9S01ICyHSlM

Maurício Tizumba iniciou sua carreira artística na década de 60 e se destaca por fazer um percurso de grande relevância para a cultura afro-brasileira. Em toda a sua história musical o artista traz consigo a forte influência do congado mineiro, manifestação cultural e religiosa que resiste há mais de três séculos enquanto importante símbolo de expressão da cultura negra em Minas Gerais.

O projeto Aulas Abertas foi elaborado para oferecer um espaço de compartilhamento de ideias, conceitos e experiências, buscando a construção do conhecimento reflexivo e crítico pelo público, que terá acesso à fala de professores, pesquisadores e artistas convidados, não sendo assim aulas propriamente ditas, mas discussões contextualizadas pelo olhar científico e humano, essenciais neste momento de que estamos vivendo.

A cada mês será publicada uma nova aula através do Facebook, Instagram, YouTube e Site da Instituição.

Confira os vídeos anteriores em nossas Redes Sociais!

Projeto Aulas Abertas
Uma vez por mês nas Redes Sociais e Site do Centro Cultural UFMG

Siga o Centro Cultural UFMG:
Facebook: https://www.facebook.com/centroculturalufmg
Instagram: https://www.instagram.com/centroculturalufmg
YouTube: https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG
Twitter: https://twitter.com/ccultufmg

Autora de livros sobre questões raciais participa do podcast de literatura do Centro Cultural UFMG em mês marcado pela consciência negra

No oitavo episódio do Podcast Leituras tivemos um bate-papo com Nilma Lino Gomes, autora de vários livros sobre questões raciais, dentre eles “A mulher negra que vi de perto”, *”Sem perder a raiz: corpo e cabelo como símbolos da identidade negra”, “Para entender o negro no Brasil de hoje”, em parceria com o Prof. Dr. Kabengele Munanga e “O movimento negro educador”. Natural de Belo Horizonte, a escritora compartilha sua trajetória como mulher negra, professora e educadora, que luta incansavelmente contra o racismo.

▶️ Ouça o podcast na íntegra e conheça um pouco mais sobre a luta da escritora por equidade racial: https://spoti.fi/3D9lxhe

Podcast Leituras
Uma vez por mês no Spotify do Centro Cultural UFMG

Siga o Centro Cultural UFMG:

Facebook: https://www.facebook.com/centroculturalufmg
Instagram: https://www.instagram.com/centroculturalufmg
YouTube: https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG 
Twitter: https://twitter.com/ccultufmg

Centro Cultural UFMG discute imagens do período colonial e o imaginário contemporâneo em live do inQUESTÕES

Na próxima quarta-feira, dia 17 de novembro de 2021, às 15 horas, o Centro Cultural UFMG transmite em seu canal do YouTube a segunda edição do Projeto inQUESTÕES: “Imagens do período colonial e o imaginário contemporâneo”. A live tem como convidada a Prof.ª Rachel Cecília de Oliveira, professora da Escola de Belas Artes da UFMG, que pesquisa a pluralidade da arte contemporânea nas interseções entre filosofia, teoria, história e crítica das artes.

O evento tem como objetivo trazer discussões referentes aos símbolos e imagens que a sociedade brasileira traz em seu imaginário desde os tempos coloniais e suas influências na cultura da atualidade. Interessados podem se inscrever gratuitamente pelo formulário virtual: https://bit.ly/3EYhhl8. Haverá certificação para quem estiver presente na live e preencher a lista de presença, que será disponibilizada durante a transmissão.

Rachel Cecília de Oliveira é professora da Escola de Belas Artes e do Programa de Pós-Graduação em Artes da UFMG e colaboradora do PPGArtes da UEMG. Foi editora da revista ArteFilosofia da UFOP, participou da diretoria da Associação Brasileira de Estética e foi professora visitante na Université Paris I – Pantheon-Sorbonne.

O inQUESTÕES é um projeto do Educativo do Centro Cultural UFMG que tem como objetivo trazer questões que permeiam a arte e a educação através de lives no canal do YouTube da instituição com a participação de convidados. Público alvo: educadores de espaços formais e não formais, estudantes e demais interessados no tema abordado.

Local de realização do evento:
https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG

2º inQUESTÕES
“Imagens do período Colonial e o imaginário contemporâneo”
Convidada: Profa. Rachel Cecília de Oliveira
Data: 17/11/2021
Horário: 15 horas
Local: https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG
Inscrições gratuitas em: https://bit.ly/3EYhhl8

Siga o Centro Cultural UFMG:
Facebook: https://www.facebook.com/centroculturalufmg
Instagram: https://www.instagram.com/centroculturalufmg
YouTube: https://www.youtube.com/c/CentroCulturalUFMG
Twitter: https://twitter.com/ccultufmg