FILOSOFIA HISTORIA SOCIOLOGIA TECNOLOGIA IMAGEM DIÁRIO

Artesanato
O Rito e a magia
Arte e Trabalho nos Períodos Paleolítico e Neolítico
Estatuto do Artista e Organização Da Produção no Oriente Antigo
Mosteiros
Corporações da Idade Média
Lodges e Guildas
Revolução e Arte
Arte Pré-histórica
Arte primitiva
Arte Indígena
Missão Francesa

Grupo:


Lino Junkel
Iara Ribeiro
Raquel Rascoe

Arte Indígena
A caraterística distintiva da arte indígena é ser mais um modo do que uma coisa, mais forma do que conteúdo, mais expressão do que entidade.
Seus corpos vermelhos, seus belos objetos, desenho geométricos e estilizados, plumárias exuberante; toda a sua forma de expressão é estilizado e com uma preocupação com a estética.
Á alteração na arte indígena é imperceptível em cada geração, preservando, através do tempo, o perfil estilístico tribal; este conservadorismo contribuiu, o fato de que o saber técnico, sendo implícito no nível tribal, só pode reter o acervo das experiências do passado pela repetição fiel de cada item formal.
Não é importante para os índios deter o objeto belo, mas Ter os artistas ali, fazendo e refazendo a beleza. As exigências formais de caráter estético – cultural, e aqueles imperativos tecnológicos de retenção da experiências inscrita nos objetos, operam como estabilizadores da atividade artística.


Bibliografia
BARATA, Frederico. As Artes Plásticas No Brasil . Rio De Janeiro: Tecnoprint gráfica S.A, 1970.
UPJOHN, Everrad, WINGERT, Paul, GASTON, Jane. História Mundial Da Arte. Lisboa: Livraria Bertrand, 1949. Volume 1.
ZANINI, Walter. História Geral Da Arte No Brasil. São Paulo: Unibanco Editora, Publicidade e Gráfica LTDA, 1983. Volume 1.